Ao Som da Chuva

Maio 01 2011

 

“Os amores são para ser vividos, sonhá-los não basta. São para se consumir, até que morram, talvez, mas sem medo, com ganas, com desejo, com vontade, como se não houvesse amanhã, porque, em abono da verdade, ninguém pode saber se amanhã, (…) ainda cá estaremos, eu, tu, qualquer uma das pessoas que amamos.”

 

 

 

 

 

publicado por DN às 23:36

When the rain is blowing in your faceAnd the whole world is on your caseI would offer you a warm embraceTo make you feel my love
When evening shadows and the stars appearAnd there is no one to dry your tearsI could hold you for a million yearsTo make you feel my love
I know you haven't made your mind up yetI would never do you wrongI've known it from the moment that we metThere's no doubt in my mind where you belong
I'd go hungry, I'd go black and blueI'd go crawling down the avenueThere ain't nothing that I wouldn't doTo make you feel my love
Oohhhh ohhohh
The storms of rage are rolling wild and freeDown that highway of regretThe wind of change is blowing wild and freeBut you aint seen nothing like me yet
There aint nothing that I wouldn't doGo to the end of the earth for youMake you happy make your dreams come trueTo make you feel my love
To make you feel my love


É bom sonhar com aquele amor que sempre desejamos. aquele amor que ficou perdido no tempo e no espaço do coração. mas claro não basta sonhá-los, há que ser vivido intensamente, a cada segundo, ser consumido ao máximo sem receios sem medos, mas claro é preciso que a outra pessoa QUEIRA, um amor não pode ser vivido sozinho, o outro tambem tem que querer claro.
Anónimo a 3 de Maio de 2011 às 10:50

mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

17
18
20
21

23
26
27

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO