Ao Som da Chuva

Maio 14 2009

 

 

 

Saudadinhas da mamã...

Carente... por um abraço por um beijo...

pelo colinho quente e doce...

As palavras certas no momento certo... aquelas doces e aquelas amargas...

 

O único local onde sinto que me compreendem, ou pelo menos que me respeitam...

 

quero ir para casa... esconder-me no meu abrigo...

 

e vou...

 


Maio 14 2009

 

Feitos de chão, de chuva e sonho
Fora do tempo
Despedaçado o que fica de nós
Nas batalhas sentidas cá dentro
Por isso é que eu sigo esse brilho da noite
Que é estrela ou chama
Olhar ou mar
E vou procurar essa luz
Mas só quero lá chegar contigo

Feitos de tempo em mil pedaços
De escuro e luar
Há uma noite que é escolhida pra ser
Essa noite que se há-de guardar
Por isso é que eu sigo esse brilho ou calor
Que é estrela ou chama
Ou tu em mim
E vou pra poder descobrir
Quem é que ainda sou contigo

Dispo o cansaço e recomeço
Mais uma vez
Há um sorriso que nos salva do frio
E recolhe o que a vida desfez
Se me desarmo noutro feitiço
Num outro olhar
Há um abrigo que não deixa morrer
Quem nós somos e o que temos pra dar
Por isso é que eu sigo esse brilho da noite
Que és tu em mim
Ou quem eu fui
E vou pra poder descobrir
Quem é que ainda sou contigo

 

 

não encontrei o video desta música em lado nenhum....

Mas gosto...

 

publicado por DN às 00:19

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


22

24
27
28
29

31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO