Ao Som da Chuva

Março 17 2010

 

Yes, I understand that every life must end, uh-huh
As we sit alone, I know someday we must go, uh-huh
Oh I'm a lucky man, to count on both hands the ones I love
Some folks just have one, yeah, others, they've got none

Stay with me...
Let's just breathe...

Practiced all my sins, never gonna let me win, uh-huh
Under everything, just another human being, uh-huh
I don't wanna hurt, there's so much in this world to make me believe

Stay with me
You're all I see...

Did I say that I need you?
Did I say that I want you?
Oh, if I didn't I'm a fool you see
No one knows this more than me

As I come clean...
I wonder everyday, as I look upon your face, uh-huh
Everything you gave
And nothing you would save, oh no

Nothing you would take
Everything you gave...

Did I say that I need you?
Oh, did I say that I want you?
Oh, if I didn't I'm a fool you see
No one knows this more than me
And I come clean, ah...

Nothing you would take
Everything you gave
Hold me till I die
Meet you on the other side...

 

publicado por DN às 20:38

Março 16 2010

 

 

 

Hoje estou mais para aqui voltada...

 

 

publicado por DN às 19:26

Março 14 2010

 

 

 

publicado por DN às 18:58

Março 12 2010

 

 

publicado por DN às 18:47

Março 12 2010

 

 

publicado por DN às 18:30

Março 11 2010

 

 

 

É muito tempo a desejar o tempo
De mudar ventos, levantar marés
É muita vida a desejar o alento
Que faz saber ao certo quem és

É funda a toca onde te escondes tanto
Tem a distância entre o silêncio e a voz
A vida rasga bocadinhos gastos do mundo
Vai descascando até chegar a nós

A tu que sabes tanto de mim
Tu que sentes quem eu sou
Dá-me o teu corpo como ponte que me salva
Do que o medo fechou

São muitos dias a perder em vão
Sem nunca entrar dentro do labirinto
É muita vida a não ser o que tu sentes
A planar sobre o que eu sinto

É quase noite, não te escondas mais
Vai desatando até entrar o ar
Dá-me um gesto que me diga o teu fundo
Uma palavra para te tocar

Tu que sabes tanto de mim
Tu que sentes quem eu sou
Dá-me o teu corpo como ponte que me salve
Do que o medo fechou

Tu que sabes tanto do sol
És uma espécie de outra margem de mim
Olha-me dentro como chão que me agarre

Pode ser esta noite quente
A estrada aberta mesmo à nossa frente
E tu e eu a descobrir o ar
Não é preciso correr
Não é urgente chegar
O que é preciso é viver

Não é urgente chegar.
O que é preciso é viver.
(5x)
 

 

 

(Esta é para ti, desejo te muita força neste momento..... )

 

 

publicado por DN às 15:57

Março 09 2010

 


Março 07 2010

um mês e alguns dias depois, prevalecem as saudades de um fim de semana diferente numa ilha encantadora....

 

Saudades daqueles momentos, e daquelas noites...

 

esta música marcou a viagem...

 

 


Março 02 2010

 

 

 

 

publicado por DN às 19:27

Março 01 2010

 

 

toma lá a tua música favorita :p

publicado por DN às 19:17
Tags: ,

mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

15
18
19

21
26

29
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO