Ao Som da Chuva

Setembro 02 2008

Hoje tive a minha primeira entrevista e foi simplesmente horrivel...

 

Que a senhora entrevistadora se intitule por doutora tudo bem.

Que seja uma Psicóloga (ou alguém com a mania disso) também não me interessa.

 

Agora que venha buscar factos da minha infância, como a morte da minha irmã, para me tentar descrever e (tentar) desenhar a minha personalidade é que não. O que é que isso tem a ver com o meu futuro como educadora, ela morreu à 18 anos.

O que é que esta senhora sabe da minha vida para me dizer quem sou? é que ela não perguntou, afirmou contantemente. "Você é assim..." " Você é assado"...

 

Que realizem a entrevista  em torno das minhas perspectivas e conhecimentos sobre a minha área tudo bem... agora que me perguntem qual o animal que me identifico e depois me definam por aí já é demais....

"Ah e tal porque como gosta do gato quer dizer que você é uma pessoa falsa, fria e que ataca qualquer pessoa, quer sejam amigos ou não. Ataca-os pelas costas Blá Blá Blá"

 

Que queiram saber a profissão dos meus pais, tudo bem, não entendo o porquê mas tudo bem, agora que julguem a minha vida através disso também talvez não seja o mais correcto.

 

Fiquei desiludida e revoltada.

 

Não por não ficar com o emprego, mas por ter sido "obrigada" a ouvir todas aquelas barbaridades... enfim....

 

 

publicado por DN às 18:51

essa gaja mete nojo, mas n te perdoo o facto de n pedires o livro de reclamações. tb n estás a agir bem!
a 2 de Setembro de 2008 às 19:40

Olá DN!:)
Antes de mais, obrigada pela visita ao meu cantinho e pelo pedacinho de ti que por lá deixaste!;)

A minha formação é em Psicologia e este post, por motivos óbvios, não me passou ao lado. Para já queria dizer que percebo a tua revolta... Quanto ao conteúdo da entrevista que contas acho que houve perguntas, insinuações e afirmações categóricas um pouco excessivas da parte da Psicóloga. Como em tudo, há bons e maus profissionais, pessoas com mais ou menos bom senso (que na Psicologia é preciso muito!)...
Por outro lado, fizeste-me lembrar isto aqui: http://pedacinhosdalua.blogspot.com/2008/07/histria-da-tartaruga.html. Não devias ficar chateada com o exercício do animal, o que acho é que ela poderia ter-te perguntado e não te ter dito a interpretação dela... Ou então o objectivo era mesmo confrontar-te e pôr-te à prova, não sei... Este é um daqueles exercícios que funciona bem para pôr as pessoas à vontade, mas parece que não foi bem utilizado...

Resta-me desejar-te boa sorte para uma próxima entrevista!:)

Beijinho*
Lua a 2 de Setembro de 2008 às 20:20

Oh amiga!... Fiquei triste por essa ter sido a impressão da tua primeira entrevista! No entanto, para nós que estamos a entrar agora nesse "mundo", infelizmente vamos ter que engolir muitos sapos! Todavia, nunca, mas nunca deixes morrer a tua dignidade enquanto Ser Humano! Tu és uma pessoa impecável e tens toda a legitimidade de responder à letra cada vez que te digam essas coisas, ou seja, tal como tu dizes ninguém tem o direito de se meter na tua vida privada!

Bjokas* Márcio
Márcio Rodrigues a 2 de Setembro de 2008 às 23:46

Não desanimes, essa foi a primeira entrevista que fizeste, por uma pessoa que obviamente tem de aperfeiçoar as aptidões na área...
Outras entrevistas virão e vais ver que nem todas serão deste tipo...
Pensamento positivo!! Se não correu bem é porque outro emprego melhor vem por aí :)
bjs
Anuska a 3 de Setembro de 2008 às 11:01

Efectivamente não me parece uma entrevista muito normal!!!! A minha àrea é diferente não se rege por tanta psicologia mas isso mais pareceu uma consulta do astrológo xpto do que uma entrevista para emprego... é a minha opinião. Pensemos assim: ainda bem que não ficáste!! Ufa!
CARPE DIEM a 8 de Setembro de 2008 às 17:56

mais sobre mim
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

14
16
17
18
19
20

21
24
25
26
27

28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO